AVALIAÇÃO DE APTIDÃO CARDIOVASCULAR

  • O Teste de VO2max (Teste de Potência Aeróbia) consiste numa avaliação que determina o nível de aptidão física frente a um esforço físico submáximo ou máximo com o objetivo de caracterizar o seu consumo máximo de oxigênio e identificar assim as zonas alvo ideais para o
    seu treino.
  • Definir a sua capacidade aeróbia, vai permitir avaliar o seu nível de condição física em relação aos padrões normais, prescrever o seu programa de treino com máximo rigor e avaliar a sua evolução com exatidão.
  • Detectar o Potencial Atlético através da medida direta do Consumo Máximo de Oxigênio (VO2max);
  • Definir os Limiares Aeróbio e Anaeróbio, Frequências Cardíacas e Gastos Calóricos (tipo de fonte de energia utilizada durante o exercício – gordura, carboidrato, proteína – aspecto quantitativo/qualitativo), que serão essenciais para otimizar o seu treino, caracterizando precisamente a zona alvo de trabalho para obtenção de melhores resultados;
  • Com o Monitoramento da Frequência Cardíaca, vamos alcançar o stress metabólico otimizado.
  • O consumo máximo de oxigênio (VO2max) é o melhor indicativo fisiológico para que possamos classificar o nível de aptidão cardiorrespiratório. A análise dos resultados é feita através da comparação dos dados obtidos no teste e com referências científicas pré- estabelecidas.

  • Os testes de força consistem na avaliação da capacidade que um musculo ou grupo muscular tem para vencer ou suportar uma determinada carga.
  • Estes testes avaliam níveis de força diferentes, sendo esses níveis de força a força máxima, resistente muscular e potência.
  • Definir a sua capacidade de força em cada um destes níveis, vai permitir prescrever o seu programa de treino com máximo rigor e avaliar a sua evolução com exatidão.
  • FORÇA MÁXIMA – 1RM Capacidade de executar 1 movimento (fase concêntrica e excêntrica) com a maior carga possível.

  • RESISTÊNCIA MUSCULAR Capacidade de executar de forma repetida um determinado exercício num determinado período de tempo suficiente para criar fadiga muscular (capacidade de manter a produção de força por um período prolongado de tempo).

  • POTÊNCIA MUSCULAR Velocidade em que se desempenha determinado exercício. Potência (watts) = Força (N) X Velocidade (m/s).

peDE já a Tua avaliação

Basta preencheres o formulário com os dados solicitados.

MAPA DE AULAS

TREINO

CLÍNICA DE NUTRIÇÃO

ADERIR